Cron - Centro Regional de Oncologia

Novembro Azul: vamos falar sobre prevenção?

Nas últimas semanas o Enfermeiro do CRON, Daniel, está compartilhando em vídeo no Facebook, algumas informações importantes para a saúde do homem.

 

Novembro Azul

 

Especialmente no mês de Novembro este assunto vem à tona em razão do Novembro Azul, que prioriza a prevenção e diagnóstico precoce do Câncer de Próstata. Para além do exame da próstata, que os homens devem realizar a partir dos 45 anos e para os que tenham histórico familiar a partir dos 40, é importante ressaltar que os homens também devem realizar o autoexame dos testículos.

O Câncer de Testículo tem maior incidência em jovens na idade reprodutiva, entre 15 e 50 anos, com pico entre 17 e 34 anos. Embora a prevalência não seja tão elevada quanto a próstata, o Câncer de Testículo é um dos mais curáveis se detecado em estágio inicial, por isso a importância de realizar o autoexame mensalmente.

Os fatores de risco para o Câncer de Testículo são: história familiar, lesões e traumas na bolsa escrotal e criptorquidia (que é quando o testículo não desce da cavidade abdominal, por isso o pediatra examina o saco escrotal das crianças).

O tratamento inicial é cirúrgico e posteriormente pode ser realizado quimioterapia e/ou radioterapia.

 

O que procurar no autoexame?

– qualquer alteração de tamanho dos testículos;

– sensação de peso no saco escrotal;

– dor imprecisa no abdômen inferior ou na virilha;

– derrame escrotal (que é caracteriado por acúmulo de líquido no saco escrotal);

– dor ou desconforto no testículo ou saco escrotal.

 

Como realizar o autoexame dos testículos?

– o exame deve ser realizado mensalmente, após um banho quente, pois o calor relaxa o saco escrotal e facilita a observação;

– de pé, em frente a um espelho, verifique a existência de alterações em alto relevo no saco escrotal;

– examine cada testículo com os dedos. Você não deve sentir dor;

– não se preocupe se um dos testículos parecer ligeiramente maior que o outro, isso é normal;

– ache o epidídimo, uma estrutura localizada em cima de cada testículo. Se você se familiarizar com essa estrutura, não confundirá com uma massa suspeita;

– os tumores malignos são frequentemente localizados na região lateral dos testículos.

 

Atenção!

Caso você palpe qualquer massa que não tenha sido verificada anteriormente, procure um médico, preferencialmente um urologista. A alteração encontrada pode se tratar de uma infecção, porém, no caso de ser um tumor, o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura. Fique atento a alterações como sangue na urina e aumento ou sensibilidade dos mamilos. Na dúvida, procure um médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENDEREÇO

R. Geraldo Pereira, 405
Alto da Bronze, Estrela - RS, 95880-000
(Dentro do hospital de Estrela)

Fone

+55 51 3720.5018

E-mail

contato@cron.med.br

CONTATO

© 2018 CRON - CENTRO REGIONAL DE ONCOLOGIA